Nenhuma última carta

Algumas pessoas são orgulhosas. Eu sou só antissocial mesmo. Juntando isso à minha obsessividade de deixar tudo em pratos limpos, portas fechadas, ferro de passar desligado e por aí vai, escrever cartas é uma ótima solução. Vivo um dilema de uma opção só, onde o que angustia é a consciência da ilusão de haver outra. […]

Desafio – Fragmentos #1

Eu podia ver em suas pupilas atentas, ela queria morrer. Não agradeceu o favor. Certa vez ouvi alguém dizer “não importa o que faça, faça com prazer”. Este é meu trabalho agora. Gosto de matar pessoas porque me diverte ao mesmo tempo que lhes proporciono uma passagem digna. Transformei mais uma larva em borboleta e […]

Males entendidos

Mal a viu pôde reconhecê-la. Sim, era o seu amor de juventude, 30 anos depois. Foram ao encontro um do outro e ele se atreveu primeiro: – Lembra de mim? Ela riu o mesmo sorriso jovial: – Como poderia esquecer? – Tanto tempo, não é mesmo? – Pois é… O que fizeste neste tempo? – […]

Fim de temporada

Se a nossa vida fosse como um seriado, onde cada ano é uma temporada, poderia dizer que 2012  foi a mais fraca delas. Os últimos episódios servem de resumo. Na verdade, foi um ano em que não fui protagonista da minha própria história. Felizmente esta temporada está chegando ao fim. O melhor que posso levar […]

A desejada habilidade de ser idiota

Esse ano se apresentaram para mim todos os amores que tive na vida. Todos! Da segunda série do ensino fundamental ao ano passado. Vinte anos de amores, todos juntos, todos jogando na minha cara as minhas incapacidades, minha sorte, meu gosto raro. E, em meio a tantos fantasmas, eis que me apaixono de novo, diferente, […]

Perfeição

Perfeito é uma palavra latina e significa “feito por completo, sem faltar nada”. Mas eu adoro brincar com a cognação e sempre digo que perfeito é aquilo que é “feito para”. Gosto mais da minha interpretação, afinal o que é perfeição para uns é irrelevante para outros. Irrelevante, algo que algumas pessoas conseguem ser para […]