2014

É engraçado como nossos objetivos de vida podem ficar menos ambiciosos com o passar do tempo. Rememorando alguns que me vem à cabeça…

1989 – Fazer um treinamento de super-herói para ajudar a proteger o mundo.
1992 – Ficar muito rico para comprar comida para qualquer um que precisasse.
1997 – Me tornar um cientista e descobrir a cura de alguma doença mortal como câncer ou AIDS
2002 – Entrar para a política e tentar melhorar o país ou, talvez, minha cidade.
2004 – Criar uma empresa que fosse referência em tecnologia e gestão de pessoas.
2006 – Ganhar dinheiro com um negócio próprio
2007 – Fazer um MBA no exterior… antes terminar a faculdade pelo menos.
2009 – Aumentar os lucros para o meu chefe.
2012 – Fazer uma mulher feliz.
2013 – Pagar minhas contas ou parte delas.
2014 – Foda-se todo mundo, credores, falsos amigos, falsos amores e também os verdadeiros, qualquer indivíduo que não seja um gato ou eu mesmo.

Acho que descobri que ninguém merece nada além do que pode fazer por si.