Com raíz

Desert-flowerAchada no mar de areia, ela não se esconde, ela se acha perdida. E acha que nunca será encontrada.  Uma linda flor do deserto, com alma fria como a noite e coração cálido como o sol que lhe castiga, decerto, sem alguém que diga “quem faz o monge não é o hábito”. Implorando que passem mais perto, tentando avisar a quem interessar possa, como quisera ter a vida de uma rosa.

Afinal, elas estão em todas! Aniversários e bodas, poemas de amor, versos de música, na cor, na boca de uma argentina charmosa, na cultura, arte e estética, na mesa de um restaurante francês, na pele de uma prostituta formosa, na cama de dois amantes, no banho de uma rainha, no jardim de uma senhora bondosa, no filme preferido de um sujeito atraente.

Mas veja que triste, minha raridade, o quão vazia pode ser sua realidade.  Da multidão do canteiro à mão do florista, cortada em botão, lançada ao breve papel de protagonista, enquanto jaz compondo uma dúzia, esquecida depois da cena, escolhida a mais bela para ser deixada seca em um livro, conquistando o coração de uma virgem para desfrute de um biltre, jogada no lixo, trocada pela nova mais bonita.

A beleza está nos olhos de quem olha. E para quem você quer ser bela? Para os muitos que queiram te comprar sem espinhos numa loja ou para os poucos valentes que se arriscariam no deserto para vê-la? Se a solidão é nosso único destino, não queira ser rosa. Seja diferente, como uma poesia escrita em prosa.

Comentários

  1. Carlucia A. Vargas de Oliveira disse:

    Amei. Lindo!

  2. Carlucia A. Vargas de Oliveira disse:

    Thadeu Barros, você é um prodígio escondido em Bom Jesus do Itabapoana. Você e Diego Lemos, escrevem demais. Nem acredito que tenho a honra de tê-los como meus amigos. Infelizmente pessoas como vocês não são valorizadas. Nossa cultura é de desperdiçar taleto como vocês. Thadeu, pode contar comigo para seu livro. Vou adorar!!! Queria que você e Diego Lemos fossem amigos, assim poderiam trocar ideias. Massa !!!

  3. Diego Lemos disse:

    Belíssimo texto! Genial!
    Carlucia A. Vargas de Oliveira, obrigado pela generosidade!Gosto muito de escrever, mas não gosto do que escrevo… kkkkk! Por falar nisso, preciso muito atualizar meu blog…rsrrsrs! A honra é minha e quanto à amizade, pra mim seria um prazer conhecer e ser amigo de um talentoso gênio!

  4. Thadeu Barros disse:

    Exagerados! Os gênios de verdade estão remoendo no túmulo :p